Elétrica Harley-Davidson Livewire terá 180 km de autonomia

Đăng lúc 10:42 - 16/01/2019

Mostrada na CES 2019, Harley-Davidson Livewire chega às lojas em agosto com autonomia de 180 km e preço de US$ 29 mil, cerca de R$ 110 mil

A Harley-Davidson aproveitou a CES 2019 (Consumer Eletronic Show), em Las Vegas, nos Estados Unidos, para mostrar com mais detalhes a versão final da Livewire – sua primeira moto elétrica. O modelo final havia sido revelado durante o Salão de Milão (EICMA), na Itália, em novembro.

De todos os detalhes divulgados, o mais importante é a autonomia. A Harley-Davidson declarou uma autonomia de 180 km com uma carga. Ainda sem dados de potência e torque do motor elétrico Revelation, a marca afirma que a Livewire é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos. Isso é o equivalente a aceleração do Lamborghini Urus (3,6 s).

Como parte do novo conceito para um público jovem, a Livewire vai trazer todo um projeto de conectividade. Por meio de um aplicativo para smartphone, o H-D Connect, será possível ver a carga da bateria e a autonomia disponível de qualquer lugar com sinal de celular.

Por ele, o piloto também será capaz de encontrar um estação de recarga mais próxima. O aplicativo servirá também para enviar alertas aos proprietário sobre as próximas revisões necessárias. Ao estilo do OnStar da GM, o H-D Connect servirá ainda para rastrear a moto e alertar se for violada ou tentar ser movida de lugar.

Preço da Livewire

Além dessas novidades, a Harley-Davidson também divulgou o preço da Livewire para os Estados Unidos. Com chegada às lojas programada para agosto, terá valor inicial de US$ 29.799 – cerca de R$ 110 mil.

Nos Estados Unidos, esse valor vai colocar a Livewire em um patamar acima das touring, inclusive. Por lá elas custam até US$ 28 mil nas versões normais. Acima disso, apenas quatro modelos: o Trike (US$ 36 mil) e as variantes CVO – Custom Vehicle Operation – da Street Glide, Road Glide e Limited, que são os modelos touring com motores mais potentes, pinturas e itens exclusivos. Elas custam na casa de US$ 40 mil.

Mais detalhes da Livewire

Durante o Salão de Milão (EICMA), em novembro, a marca já havia alguns detalhes. O chassi é de alumínio, para conseguir reduzir o peso das baterias de íons de lítio. As suspensões são da grife Showa e os freios da Brembo. O dianteiro tem dois discos de 300 mm.

Na eletrônica, freios ABS e controle de tração e sete modos de condução – quatro padrões e três personalizáveis pelo piloto. Os pneus foram desenvolvidos em parceria com a Michelin, da linha Scorcher com 180 mm atrás e 120 na frente.

A bateria pode ser carregada por um sistema simples via tomada convencional, que vem junto com a moto, ou por outros sistemas (Nível 2 ou Nível 3) via carga rápida por conectores diferentes. Além disso, toda revenda Harley-Davidson que vender a Livewire terá um carregador público.

Bạn nên xem
Scroll