BMW F 850 GS e R 1250 GS ‘crescem’ nas versões Adventure

Đăng lúc 10:40 - 16/01/2019

Big trails BMW F 850 GS e R 1250 GS em versão Adventure tem maior autonomia como diferencial

Se as big trails já são motos que convidam para longas viagens, elas podem ter versões ainda melhores para isso. Depois de apresentar as novas gerações das F 850 GS e da R 1250 GS, a BMW mostrou as versões Adventure dessas motos.

mecânica da F 850 GS é a mesma. O motor dois cilindros rende 95 cv (aqui no Brasil são 80 cv devido aos níveis de ruído mais restritos) e a transmissão de seis marchas. A principal novidade é o tanque de 23 litros, segundo a BMW isso oferece uma autonomia de 550 km. O da 850 GS normal é de 15 litros.

A 850 GS Adventure ganhou também um para-brisas mais alto e largo, para melhor proteção aerodinâmica. Os manetes de embreagem e freio ajustáveis em distância, com isso há maior conforto para mãos de diferentes tamanhos. Para lidar com o peso maior, a BMW também reforçou o quadro da motocicleta.

No visual, a 850 GS ganhou uma proteção que vem desde o início da carenagem lateral até o começo do motor, ampliando a área livre de danos em caso de quedas no uso de fora de estrada especialmente.

R 1250 GS Adventure

Assim como na irmã menor, a R 1250 GS Adventure tem como principal alteração o tanque. São 30 litros (contra 20 l da R 1250 GS). Com isso, o peso também subiu. São 268 kg (quase 20 kg a mais) em ordem de marcha.

De série, ela continua a oferecer controles de estabilidade (ASC) e de partida em aclive (HSC). Os faróis de LEDs – opcionais na R 1250 GS – são de série também. O painel de TFT (display digital colorido) de 6,5″ também foi mantido.

Além de aumentar a capacidade volumétrica – foi de 1.170 cm³ para 1.254 cm³ – a marca introduziu o sistema ShiftCam, que é o comando variável de válvulas na admissão. É a primeira vez que a marca utiliza o sistema em uma moto de produção.

Segundo a BMW, as câmaras de admissão foram projetadas para trabalhar com a abertura assíncrona das válvulas, resultando em uma mistura melhorada e mais efetiva na combustão. Com isso, a marca garante que conseguiu reduzir as emissões e o consumo. O comando de válvulas agora é feito por corrente dentada e não mais convencional.

Nas antigas R 1200 GS e R 1200 RT, a potência era de 125 cv a 7.750 rpm e o torque de 12,7 mkgf a 6.500 rpm. Agora, são 136 cv aos mesmos 7.750 rpm e 14,5 mkgf a 6.250 rpm. A BMW afirma que a curva de potência está melhor distribuída pela rotação do propulsor.

Bạn nên xem
Scroll